Palavra do Presidente Salmória

Lucimar-Salmória-Presidente-da-AMUSUH-e-prefeito-de-Abdon-Batista-SC-241x300

AMUSUH: 25 anos de importantes batalhas e grandes vitórias

A AMUSUH soma 25 anos de vitórias nas batalhas pelos direitos dos municípios que possuem empreendimentos de geração de energia elétrica instalados em seus territórios e daqueles atingidos pelos lagos das barragens. Ao idealizar e trilhar novos rumos e frentes de atuação, sempre com foco no futuro, a Associação é protagonista de grandes avanços.

A AMUSUH é formada por profissionais com vasta experiência em políticas públicas e estratégias institucionais para a defesa dos direitos dos geradores desta energia limpa e sustentável. Consagramos grandes conquistas em 2017 e 2018, resultado da união e de uma agenda intensa com ações redobradas, sempre pela luta dos direitos dos municípios que têm parte de suas terras alagadas pelas barragens, dos quais 187 possuem empreendimentos de usinas hidroelétricas instaladas no território. Os 729 municípios responsáveis por mais de 60% de toda a energia elétrica gerada no país requerem um olhar diferenciado do poder público e de seus agentes legislativos e executivos.

Este ano de 2019 nos reserva grandes desafios que serão enfrentados com muita maestria e dedicação. Trabalharemos com afinco para garantir os direitos municipalistas nos projetos de lei que tramitam no Congresso, especialmente com relação às reformas dos tributos que serão propostas pelo executivo ao Congresso Nacional. A AMUSUH intensificará suas ações sempre que for necessário.

Além disso, nossa meta é o desenvolvimento de ações no sentido de alavancar o setor da aquicultura nos municípios. Atuaremos junto da nova estrutura da Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura para reduzir as burocracias do setor. Com essa missão na agenda, a AMUSUH promoverá encontros e debates para aprimorar as alternativas em relação à produção de pescados em tanques-rede nas águas públicas das represas. Esta nova alternativa econômica deve respeitar as normas ambientais e as realidades locais como foram os casos de sucesso em alguns municípios do Vale do São Francisco e na Bacia do Paraná. A revitalização dos lagos também precisa ser uma prioridade neste novo contexto.

“Depois da usina, a aquicultura” continua sendo o nosso lema.

Palavra dos Ex Presidentes

 

Palavra do Presidente

Updated on 2019-01-29T17:04:54+00:00, by Assessoria.