PCH Tamboril 4

AMUSUH presente na inauguração da PCH Tamboril

A Associação Nacional dos Municípios Sedes de Usinas Hidroelétricas e Alagados (AMUSUH) representou mais uma vez a força municipalista na inauguração da Pequena Central Hidroelétrica (PCH) Tamboril em Cristalina (GO) na quarta-feira (12). O empreendimento pertence à empresa São Bartolomeu Geradora de Energia Renovável, controlada pelo Grupo TRADENER presidida por Walfrido Avila. A PCH foi construída no rio São Bartolomeu e conta com capacidade instalada de 15,8 MW (megawatts) gerando energia através de duas turbinas de 7,9 MW cada.

A secretária-executiva da AMUSUH, Terezinha Sperandio, participou da cerimônia de inauguração da PCH Tamboril em conjunto com o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do ministério de Minas e Energia (MME), Paulo César Magalhães Domingues, com a secretária do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado de Goiás, Andrea Vulcanis, com o presidente do Conselho de Administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Rui Guilherme Altieri Silva, com o presidente da Associação Brasileira dos Investidores em Autoprodução de Energia (ABIAPE) e do Fórum das Associações do Setor Elétrico (FASE), Mário Luiz Menel da Cunha, com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Obras de Cristalina (GO), Fábio Barreto, e com o presidente da Diretoria Executiva da Associação Brasileira de PCHs e CGHs (ABRAPCH), Paulo Arbex.

Para garantir essa evolução do setor é preciso diminuir as burocracias e nesse sentido a AMUSUH não tem medido esforços junto aos órgãos do Governo Federal e ao Congresso Nacional para que o setor elétrico aumente a velocidade dos investimentos. No caso da PCH Tamboril, foram necessárias 56 licenças, autorizações, anuências e aprovações diversas. Outros aproveitamentos das águas das represas das usinas como aquicultura, pesca esportiva e lazer também passam por diversos entraves burocráticos que precisam ser revistos.

A AMUSUH felicita a TRADENER Comercialização de Energia pela entrega da PCH Tamboril e a conquista da liberação ambiental anunciada durante a inauguração pela secretária de Meio Ambiente do Estado de Goiás, Andréa Vulcanis, além de outros três empreendimentos previstos para o Complexo Hidrelétrico São Bartolomeu que contará com as PCHs São Bartolomeu, Salgado e Gameleira.

A AMUSUH continuará a postos nos trabalhos de representatividade dos municípios responsáveis por abrigar em seus territórios empreendimentos de geração de energia hidráulica que representam mais de 60% da energia elétrica consumida no Brasil.