Captura de Tela 2018-06-13 às 17.49.56

Cleci Loffi – “Após anos de trabalho, o aumento da CFURH é uma realidade”

A maior conquista dos últimos anos foi a alteração do critério da Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos (CFURH) e dos Royalties de Itaipu que vai beneficiar mais de 42 milhões de brasileiros em 729 municípios sedes de usinas hidroelétricas e alagados. Este grande avanço advindo da sanção da Lei 13.661 de oito de maio deste ano foi resultado da atuação constante, técnica e representatividades da Associação Nacional dos Municípios Sedes de Usinas Hidroelétricas e Alagados (AMUSUH). Foram mais de duas décadas de trabalho no Congresso Nacional e na Presidência da República para garantir esse aumento no repasse anual de mais de meio bilhão de Reais.

Para a prefeita de Mercedes (PR) e presidente do Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Cleci Maria Rambo Loffi, é importante reconhecer o trabalho da Associação que canalizou as forças políticas dos prefeitos (as) e dos parlamentares para a aprovação deste importante marco para as prefeituras. “Somente uma palavra para expressar em relação à AMUSUH: gratidão. Nossa gratidão em nome dos 16 prefeitos do nosso Conselho pelo comprometimento com a causa dos municípios. Nosso reconhecimento pelo trabalho, pelos anos de luta que AMUSUH desempenhou nos corredores de Brasília para a aprovação do PLC 315/2009. Foi uma  luta incansável para representar os municípios dos 21 estados brasileiros. Agradeço ao trabalho da AMUSUH na figura da diretoria da Associação e da secretária-executiva Terezinha Sperandio. Parabéns pela dedicação, pelo carinho e respeito pelos 729 municípios sedes de usinas e alagados.

O PLC 315/2009 que deu origem à lei 13.661 foi aprovado em todas as instâncias da Câmara e do Senado e é uma realidade para os 729 municípios sedes de usinas e alagados.