Aline Fagundes – “A cooperação entre os municípios vai desenvolver suas economias”

Desenvolver as economias locais por meio da cooperação entre os municípios com potenciais semelhantes é um os objetivos do ministério da Integração por meio dos Arranjos Produtivos Locais (APL) que formam as Rotas de Integração Nacional. No Fórum Energia & Sustentabilidade realizado em junho em Campos Novos (SC) pela AMUSUH (Associação Nacional dos Municípios Sedes Usinas e Alagados), a diretora interina do Departamento de Gestão de Programas de Desenvolvimento Regional do ministério da Integração, Aline Fagundes, explicou a importância dessa articulação entre os municípios para o fomento de projetos regionais.

“Temos as rotas do Cordeiro, do mel, do leite, do açaí e do peixe. Essa última é a que mais se enquadra com os municípios sedes de usinas e alagados. A utilização dos tanques-rede vai dinamizar as economias. Para isso, os prefeitos precisam se organizar através de consórcios regionais para desenvolverem Projetos de Desenvolvimento Sustentável Integrado. Essa articulação tem mais peso político e também é embasada por propostas mais qualificadas. Assim, os gestores terão condições de contratar profissional especifico para elaborar e desenvolver o projeto além de auxiliar na execução, garantindo maior qualidade e funcionamento na liberação de recursos”, explicou Aline Fagundes.

 

A AMUSUH conta com o importante apoio da Itaipu Binacional

itaipu2015_logo